28 de novembro de 2019

Os dias 26 e 27 de novembro marcaram a qualificação dos funcionários e estagiários do Conselho Regional de Biologia da 3ª Região (CRBio-03). As equipes da sede em Porto Alegre e da delegacia em Santa Catarina receberam treinamento ministrado pelo SENAC.
Na ocasião, o quadro de pessoal foi orientado a perceber o outro, um olhar mais profundo sobre o seu perfil pessoal e como gerenciar as emoções. Como funciona o controle de suas ações, quando pode ser benéfico, ou não. Expressar seus propósitos, objetivos e crenças pessoas. Todos os temas foram trabalhados com dinâmicas para fortalecer a interação da equipe de trabalho. 

26 de novembro de 2019
O registro provisório tem validade de um ano, é para recém formados que colaram grau em curso autorizado e reconhecido, mas que ainda não pegaram o diploma em sua instituição.
Já o registro secundário é para Biólogos já registrados em um CRBio e que exerçam atividades em jurisdição de outro CRBio. Este tem duração até 31 de março do ano seguinte.
O registro definitivo é para diplomados nos cursos de História Natural, Ciências Biológicas, em todas as suas especialidades ou Licenciatura em Ciências, com habilitação em Biologia. Desde que estejam devidamente registrados no MEC.
Para diploma expedido por instituição estrangeira de ensino superior, deve estar regularizado e ser considerado equivalente, ou seja, revalidado por uma instituição brasileira.

25 de novembro de 2019

Um dos objetivos do Conselho Regional de Biologia da 3ª Região (CRBio-03) é que os profissionais biólogos tenham reconhecimento da sociedade. A área da biologia é muito ampla e fundamental no desenvolvimento econômico e ambiental, pois um Biólogo pode estudar seres vivos, desenvolver pesquisas em diversas áreas, inventariar biodiversidade. Organizar coleções biológicas, manejar recursos naturais, desenvolver atividades de educação ambiental. Realizar diagnósticos biológicos, moleculares, ambientais e muito mais. Um profissional que tem revolucionado a ciência atuando pela melhoria das condições de vida da população.
A nova gestão que ficará até 2023 à frente do CRBio-03 está planejando diversas ações de aproximação e de reconhecimento da importância do trabalho destes profissionais na manutenção da vida.
Um dos principais objetivos do CRBio-03 é divulgar o trabalho dos Biólogos registrados para a população. Criar e executar uma agenda de ações voltadas às questões nos estados do RS e SC, como proteção do meio ambiente, crescimento econômico e empreendimentos autossustentáveis.

23 de novembro de 2019

Os guarás (Eudocimus ruber) retornaram a capital do Estado de SC após 200 anos. Em reportagem do Jornal Folha de São Paulo foi relatado que, de acordo com pesquisadores da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), um dos prováveis motivos da volta dos guarás seria a recuperação dos mangues na ilha, onde essas aves podem se alimentar.
A sua cor vermelho escarlate associa-se aos flamingos. A coloração dos guarás vem do pigmento dos crustáceos (carotenoides), típico de ecossistemas como o manguezal, estuários e rios, dos quais ele se alimenta. A cor fica mais intensa e brilhante conforme envelhecem.
Aproximadamente mil guarás chegaram em Florianópolis no começo da semana, o que entusiasmou os ambientalistas da região.
As aves possivelmente vieram da baía da Babitonga, no norte de Santa Catarina, a 200 quilômetros da Capital.  Mesmo assim, não se pode afirmar a origem os animais, pois existe registro da espécie em todo litoral brasileiro, mas também na Argentina, Colômbia, Guiana Francesa, Suriname, Venezuela, Bolívia e Trinidad e Tobago.
Os guarás não fazem parte do grupo de aves não ameaçadas, portanto não integram a lista vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais (UICN). 


Contudo, a ave estava desaparecida da capital catarinense desde o século 18, segundo pesquisadores da UFSC. O francês botânico militar Amédée François Frézier, em 1712, foi um dos poucos a descrever a ave em Florianópolis. Em carta à corte francesa, o botânico militar observou a mudança desde os primeiros anos de vida até atingirem a fase adulta.
"Os guarás são encontrados, às vezes, na ilha de Santa Catarina. As primeiras plumas que o cobrem, logo que nascem, são negras. Esta cor dissipa-se insensivelmente tomando-se acinzentada. Quando começam a voar, todas as plumas tornam-se brancas, tomam finalmente a cor de rosa, tomando-se dia a dia mais vermelhas, até adquirirem uma cor escarlate viva e permanente", escreveu em relato compilado no livro "Ilha de Santa Catarina: relatos de viajantes estrangeiros nos séculos 18 e 19", editado em 1979 pela Assembleia Legislativa de Santa Catarina. 


De acordo com biólogo e delegado do CRBio-03 em Santa Catarina, Emerilson Gil Emerim, o ressurgimento da ave é um bio indicador de qualidade ambiental nas unidades de conservação. Ele ressalta a importância dos órgãos de preservação. “A Ilha vem sofrendo uma regeneração dos seu manguezais e ecossistemas costeiros, apesar das ameaças decorrentes da expansão urbana irregular”, declara o biólogo.

A Edição Nº 29 do CFBio Notícias traz como destaques duas novas Resoluções do Conselho Federal de Biologia que estabelecem que o Biólogo é o profissional legal e tecnicamente habilitado para atuar em Aquicultura e em Manejo, gestão, pesquisa e conservação in situ da fauna. Também é abordada a outorga do Selo CFBio de Qualidade de Cursos de Ciências Biológicas – Edição 2019.

O boletim traz ainda notícia sobre o envio de ofícios ao Congresso Nacional contra a regulamentação das profissões de biotecnologista e paleontólogo, a Sessão Solene em homenagem aos 40 anos de regulamentação da profissão de Biólogo e manifestação do Sistema CFBio/CRBios sobre o avanço do óleo em praias do Nordeste.

Confira o boletim informativo no link : CFBio Notícias – Ano VIII – nº 29/2019

21 de novembro de 2019

Na última quarta-feira (20), mais uma ação de fiscalização foi realizada pelo CRBio-03 junto ao Laboratório Central de Saúde Pública do Rio Grande do Sul (Lacen/RS), nos setores de Divisão Biológica Médica, Divisão de Apoio Técnico, Divisão de Análise de Produto e na Divisão de Laboratórios de Saúde Pública. Em torno de 10 profissionais Biólogos atuam na Instituição.

O fiscal biólogo Daniel Pires foi recebido pela engenheira química Rosane Ramos que prestou esclarecimentos sobre o funcionamento do laboratório e os cargos técnicos ocupados.

Para as biólogas presentes na conversa, é consenso a gratificação em ver o Conselho atuando e lutando pela ampliação do mercado de trabalho para os Biólogos, como agora está fazendo, e inserindo os profissionais em mais áreas.

Já a bióloga Natália Canal acredita que é positiva a atuação do CRBio-03, pois propicia uma segurança para o profissional. “Com esse desmonte no meio ambiente o Biólogo, que é um profissional capacitado para resolver muitos problemas, é cada vez mais necessário”, relata Natália.

20 de novembro de 2019

A Certidão de Acervo Técnico do Biólogo é a relação das Anotações de Responsabilidade Técnica (ART) baixadas no sistema, ou seja, quando o profissional já concluiu aquele trabalho, ou o interrompeu por algum motivo. Lembrando que a ART é o registro das atividades desempenhadas pelo Biólogo em cada determinada função ao longo de seu histórico profissional.
O acervo serve para comprovação de experiência, o resguardo das atividades profissionais e a vinculação a atestados de capacidade técnica de serviços executados.
Muitos Biólogos não solicitam a baixa de suas ARTs quando terminam seus trabalhos. É de extrema importância que o profissional encaminhe ao Conselho Regional de Biologia da 3ª Região as vias de Anotações de Responsabilidade Técnica devidamente assinadas pelo contratante e contratado, para fins de lançamento no sistema. Somente assim o acervo retratará o correto currículo de cada um.
O acervo fica no site do CRBio-03, em acesso restrito do Biólogo, no mesmo lugar em que ele emite a ART. A baixa de Certidão de Acervo não tem custo nenhum e pode ser feita quantas vezes forem necessárias.
Para consulta ao acervo técnico basta acessar o link http://crbio.2cloud.com.br/spw/principal.htm

20 de novembro de 2019

Em reunião realizada dia 19 último, com a presidente da Comissão de Saúde e Meio Ambiente da Assembleia Legislativa do RS, deputada Zilá Breitenbach, o vice-presidente biólogo Brites Pereira colocou o Conselho Regional de Biologia da 3ª Região à disposição dos parlamentares para auxiliar na construção técnica da nova proposta para o Código de Meio Ambiente do estado. O projeto de lei encontra-se na Comissão de Constituição e Justiça da ALRS e, em alguns dias, deverá ser remetida à Comissão de Meio Ambiente para análise de conteúdo.

“Esta discussão interfere diretamente no trabalho de nossos profissionais. Queremos discutir isso com todos os envolvidos e com os parlamentares para que o novo Código tenha determinações baseadas na técnica e num desenvolvimento racional com preservação do meio ambiente” coloca o vice-presidente.

O Conselho irá realizar reuniões com representantes de diversos segmentos profissionais para elencar itens a serem analisados e apresentados aos parlamentares.

19 de novembro de 2019

Desde o dia 6 de novembro, com a posse da nova gestão que administrará o Conselho Regional de Biologia da 3ª Região até 2023, novas ações já estão sendo planejadas e executadas para qualificar o trabalho e a abrangência dos profissionais Biólogos registrados no Conselho. Uma delas é buscar representação efetiva dos profissionais e empresas registradas no CRBio-03, em especial junto aos postos de trabalho, funções e cargos técnicos públicos e nos Comitês Municipais e Estaduais relacionados à profissão. Também ampliar a fiscalização para combater o exercício ilegal da Biologia, visando valorizar a profissão e seus profissionais tecnicamente habilitados, além de proteger a sociedade.

Outra prioridade deste novo mandato é promover a interiorização do Conselho com a criação de Delegacias Regionais e incentivar a criação de entidades de classe nos estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

A nova gestão já está trabalhando para melhorias e modernizações na concessão e baixa das Anotações de Responsabilidade Técnica (ART) e nos Termos de Responsabilidade Técnica (TRT), na busca de maior agilização destes procedimentos aos Biólogos. “Também queremos tornar mais ágil a tramitação dos processos no CRBio 03, possibilitando que nossos profissionais acompanhem o andamento pelo site e tenham decisões em tempos bem menores que os atuais” afirma o presidente, biólogo Jackson Muller.

Além disso, a Criação da Caixa de Assistência dos Profissionais Biólogos, com oferecimento de planos de assistência social, de saúde, previdenciários e empréstimos financeiros para qualificação profissional é mais um projeto no qual os conselheiros empossados neste mês já estão trabalhando.

“E toda nossa administração será caracterizada pela transparência total na gestão administrativa e econômica do CRBio 03, com participação real dos profissionais registrados”, finaliza Muller.

19 de novembro de 2019

O Conselho Regional de Biologia da 3ª Região - CRBio-03 - é responsável pela fiscalização do exercício profissional da Biologia nos estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina, o que implica tanto proteger a sociedade e o meio ambiente, como garantir que os serviços sejam executados por profissionais legalmente habilitados.

No mês de outubro, o CRBio-03 fiscalizou mais de 40 municípios nos dois estados, entre eles Porto Alegre, Florianópolis, Criciúma e Torres realizando, ao todo, 126 vistorias. No mesmo período, aproximadamente 20 Termos de Notificação foram emitidos, com alguns deles resultando em Autos de Infração.

Para o presidente do CRBio-03, biólogo Jackson Muller, o Conselho já começa a fiscalizar com o objetivo primeiro de “coibir que diferentes profissões ocupem indevidamente o espaço profissional dos Biólogos. Temos uma formação única e precisa para diversas áreas e o CRBio-03 lá estará em defesa de que estes serviços sejam executados por profissionais tecnicamente habilitados”.

07 de novembro de 2019

Na última quarta-feira (06), realizou-se, em Porto Alegre, a cerimônia de posse da nova gestão, que ficará até junho de 2023, do Conselho Regional de Biologia da 3ª Região (CRBio-03). Assumiram os 20 conselheiros eleitos da chapa “Biólogos Unidos para Renovação Profissional”.

Após terem suas eleições impugnadas, o novo processo eleitoral encerrou-se em outubro que nomeou os seguintes conselheiros: 

Gestão 2019-2023

CONSELHEIROS EFETIVOS

CONSELHEIROS SUPLENTES

Jackson Muller - RS 

Caroline da Rosa Techio - RS 

Emerilson Gil Emerin - SC

Roberta Ramos - SC

Jorge Amaro Borges - RS

Felipe Ramiro Phaelante Lima - SC

Brites Fraga Pereira - RS 

Maria Helena Faedo da Rosa - RS

Daisy Vasconcelos Bessa - RS

Ana Cristina Garcia- RS

Luis Bortoluzzi Castro - RS

Priscila Fernanda Rech Confortin - SC

Suzana de Azevedo Martins - SC

Jair Gilberto Kray - RS

Renato Luis Veiga Oliveira Jr. - RS

Marcelo Luiz Marques Menezes - RS

Alexandre Venson Grose - SC

Rafael Ricardo Dalssotto - RS

Rafael Gomes de Moura - RS

Demetrio Luis Guadagnin - RS

 

Defender a profissão, ampliando espaços para crescimento profissional, resgatar a participação dos biólogos nas atividades de representação e fiscalização foram algumas das ações propostas pela chapa vencedora, assim como a execução de uma agenda positiva para reconhecimento dos profissionais.

Na mesma ocasião, foi definida a diretoria do CRBio-03 com os biólogos e doutor Jackson Muller, presidente; mestre Brites Pereira, vice-presidente; doutor Rafael de Moura, secretário; doutor Renato Veiga Oliveira Jr, tesoureiro e o mestre Emerison Gil  Emerin, delegado em Santa Catarina.

Após, o presidente do Conselho Federal realizou um breve relato sobre o trabalho durante a intervenção sob a qual estava o

CRBio-03. Em sua fala, destacou a importância do comprometimento e responsabilidade dos funcionários do CRBio-03 neste período.

Além disso, destacou o papel do Conselho para com a sociedade. O sistema CFBio é formado por oito regionais e todo este Sistema Profissional precisa trabalhar junto”, encerrou.

O presidente empossado, Jackson Muller, salientou que os integrantes da nova gestão trabalham juntos em defesa dos biólogos há muito tempo. “Renovar o Conselho em prol da profissão é uma luta de muitos anos”. Falou sobre a responsabilidade de, agora, estar à frente destes profissionais. “Tenho certeza que esta administração será muito cobrada pelos biólogos que vivem o mundo real. Representar esta categoria é um privilégio e devemos honrar todos que batalharam pela defesa da profissão”.